voltar
26 Junho, 2018

Durante algum tempo, a GIRA pode não ter cesto

Resultado dos crescentes níveis de procura da rede GIRA (com cada bicicleta a ser utilizada em média 5 vezes por dia no último mês) e do uso por vezes indevido do cesto da bicicleta, foi detetada uma fragilidade neste componente num número significativo de bicicletas. Embora não tenha implicações na segurança dos utilizadores, esta situação poderá provocar desconforto na viagem.

Neste sentido, e para aumentar a disponibilidade de bicicletas na rede, a Órbita, responsável pelo fornecimento e operação da rede, irá remover temporariamente os cestos de parte da frota de bicicletas. Paralelamente, o design e robustez daquele componente está a ser revisto no sentido de implementar uma solução final, mais robusta.

Nas próximas semanas, haverá, por isso, muitas GIRA a circular sem cesto frontal.

A EMEL lamenta a situação, à qual é alheia, e quaisquer incómodos que possa causar aos utilizadores da GIRA.

voltar